Poesia em Movimento 2017: a comissão vai analisar 598 poesias

Comissão avaliadora do X Poesia em Movimento




Fonte/Fotos: Facebook

Na manhã desta quinta-feira (14), um ônibus da Viação Montenegro foi o “palco” da cerimônia de início da avaliação dos 598 trabalhos inscritos no projeto Poesia em Movimento. Na oportunidade, foi apresentada a comissão avaliadora que conta com 12 pessoas ligadas à área de educação. O grupo é composto por Luciano Marcos Paes, Aline Riffel, Elita Peralta, Carmem Pafiadache, Maria da Gloria Esswein, Edi Thompsen, Maria Terezinha Kraemer Canello, Sandra Born, Dione Ritter, Isaura Viegas de Mattos, Mateus Araújo e Vanderti Griebeler.
Após a cerimônia de apresentação, a comissão se deslocou para o prédio da Biblioteca Pública Municipal, no Parque Centenário, e já começaram a avaliação dos trabalhos. No total, 60 poesias serão classificadas e terão seus trabalhos expostos nos ônibus do município. As escolas da Zona Rural e Urbana que inscreverem mais poesias ganharão um troféu de participação. O resultado do projeto será divulgado no dia 25 de novembro, último dia da Feira do Livro de Montenegro. Segundo a diretora da Biblioteca Pública Municipal, Ana Valdeti Martins, o objetivo do projeto é democratizar a leitura na cidade.
O diretor municipal de Cultura, Marcelo Mello, destacou a influência das poesias na sociedade e parabenizou Montenegro que, num pequeno gesto, sempre sai ganhando. A gerente comercial da Viação Montenegro, Aline Riffel, enfatizou que o projeto já está consolidado na cidade. “No início faltavam poesias, agora temos de colocar três em cada ônibus”, comemora a representante da empresa.




Fonte/Foto: ACOM



Dica de Leitura: A ludicidade na educação



Este livro apresenta exemplos de jogos educativos que podem tornar a hora de aprender mais estimulante e prazerosa.
Por que utilizar o lúdico como recurso pedagógico na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental?
Este livro tem como ponto principal o entendimento sobre ludicidade no processo de ensino-aprendizagem, traçando uma abordagem diferenciada sobre o uso de recursos lúdicos na escola. Fundamentado nas concepções teóricas e práticas de autores de grande expressão na área, enfoca questões como infância, desenvolvimento, educação e vida em sociedade, traçando uma reflexão provocativa sobre o papel do educador em relação a esses temas. 
Por ser prática e didática, demonstra também como se dá a organização de espaços lúdicos, a escolha dos materiais e a observação dos educandos durante a prática de jogos e brincadeiras, o que evidencia a atitude pedagógica do educador ao utilizar a ludicidade na educação.

Fonte: Saraiva

Total de visualizações de página